image_preview

PF e MPF deflagram operação em Formosa contra crimes relacionados à Ferrovia Norte-Sul

Cerca de 150 policiais e peritos criminais cumpriram 34 mandados de busca e apreensão em Formosa, Goiânia/GO, Mineiros/GO e Brasília/DF durante investigação de crimes de lavagem de dinheiro advindo de esquema de corrupção montado na Valec, comandada pelo então ex-presidente José Francisco das Neves e pelo grupo político capitaneado por Valdemar da Costa Neto. A operação foi deflagrada pela Superintendência da Polícia Federal em Goiás (PF) sob supervisão do Núcleo de Combate à Corrupção do Ministério Público Federal (MPF) em Goiás.

Além disso, a Fazenda Maltizaria, em Formosa, também foi apreendida por ter sido adquirida por Heli Dourado com recursos oriundos das empreiteiras investigadas, através de contrato de gaveta, sem que a operação fosse levada ao registro imobiliário, mantendo-se assim oculta a sua verdadeira propriedade.

A Trilho 5x é um desdobramento das investigações da Operação Lava Jato, nova etapa da Operação “O Recebedor” e decorre de acordos de leniência e colaboração premiada firmados pelo MPF com executivos e empreiteiras contratadas para a execução das obras da Ferrovia Norte-Sul, dentre elas a Camargo Corrêa, a Andrade Gutierrez e a Odebrecht. Segundo essas empreiteiras, um dos meios utilizados para o pagamento da propina foi a contratação do escritório Heli Dourado Advogados Associados, sem que houvesse a efetiva contraprestação dos serviços jurídicos.

Comente!