DSC_0136

Lugares com lindas paisagens naturais para ir em Formosa no feriado

Vai ficar em Formosa neste feriado ou está planejando fazer uma visita a essa cidade que faz jus ao nome, eis aqui uma lista dos lugares naturais mais bonitos e que valem à pena cada metro percorrido:

Cachoeira do Indaiá/Véu de Noiva  

A cachoeira do Indaiá é um passeio imperdível para quem aprecia a natureza. Nessa região existem várias quedas d’águas, mas uma das mais bonitas é a cachoeira Véu de Noiva, com 30 metros de altura. Essa cachoeira está mais ou menos no meio da trilha que vai do Indaiá ao Itiquira, é a 3ª no caminho, deve estar há uns 4km da entrada. Para chegar até lá é preciso um pouco de condicionamento físico, pois na segunda cachoeira tem uma escada que demanda esforço. Para descer já é difícil, para subir, então… Mas vale muito a pena porque ela é linda, dá para ver por cima, e depois descer para tomar um banho. Inclusive, no caminho há vários poços ideais para banho. Não é aconselhado levar crianças devido ao nível de esforço que pode ser mais complicado. Vá de tênis e leve lanches (é permitido a entrada), pois demora um pouco para completar o trajeto. Na volta, tome uma água de coco gelada que o moço vende na saída.

A entrada custa R$ 15 por pessoa. Tem estacionamento próprio e o acesso é bem tranquilo.

Ecobocaina

Um lugar completo para quem gosta de aventura e de ficar em contato com a natureza. O EcoBocaina possui várias trilhas, nas quais se passa por mirantes espetaculares, com vista para o Vale do Paranã, paredões altíssimos, poços e cachoeiras de água mineral. Conta também com atividades extras, como cachoeirismo (rapel na cachoeira), corrida em trilha e voo duplo de parapente. Os passeios são agendados e precisam do auxílio de um guia. Os preços variam de acordo com as atividades.

Acesso

Rodovia GO 118 (atual BR 010), km 25, entrada da rampa do voo livre, antes de São Gabriel, sentido Chapada dos Veadeiros

Poço Verde/Fazenda Bisnau

Um dos lugares mais bonitos do Brasil. Um cenário pouco conhecido, em meio há uma vegetação nativa, que os proprietários buscam conservar. O lago verde foi descoberto recentemente e já tem estrutura para atender aos visitantes, mas a entrada só é permitida com guia, já que o acesso não estava bem sinalizado e demanda alguns cuidados. A trilha possui 1,4 km, por dentro de mata intensa, e parte dela é na beira do rio, com uma pequena “escalaminhada” de 200 metros. O lugar é inóspito e com algumas cavidades, Caverna Formosa e do Arco.

O acesso somente com guia credenciado com o valor de R$ 200 para grupo de até 12 pessoas. A entrada é R$ 35 por pessoa e para os grupos que desejarem agendar, eles oferecem uma comida caipira deliciosa por R$ 15 por pessoa – Vale à pena-.

Vá de tênis, leve lanches, água e disposição!

 

Acesso

Poço Verde fica no povoado do Bisnau, a 54 km de Formosa (GO), com estrada em ótimo estado, mais precisamente na fazenda Bisnau, entre as serras do Bisnau e Capitinga. A partir da fazenda, o acesso é a 4 km e tem que ser feito em um transporte rural da fazenda.

Buraco das Araras

O Buraco das Araras é uma caverna em dolina de colapso (depressão em formato circular formado pela dissolução das rochas) com aproximadamente 327m de diâmetro e 128m de profundidade. No seu interior encontra-se uma densa floresta de vegetação endêmica, com samambaias gigantes, dois imensos salões, e uma linda lagoa subterrânea de água azul com temperatura agradável (por não ficar em contato com meio externo), onde se pode fazer flutuação / snorkeling.

A entrada se faz por meio de um rapel de 70 m (obrigatório), com 10 m de vertical e 60 m de negativo sem os pés na parede.  O custo é em torno de R$ 95,00/pessoa.

É preciso ter condicionamento físico mínimo e não é aconselhado para pessoas acima de 110 KG.

(informações do Itakamã Ecoturismo)

Salto do Itiquira

Um destino bem conhecido dos Formosenses, com destaque no cenário nacional e até internacional. Famoso pela bela queda de 168 metros, que é o maior salto do Planalto Central e a  7ª maior queda de cachoeira do país. O Salto está em uma reserva formada por corredeiras, mirantes, canyons e mais de 35 nascentes puríssimas de águas cristalinas. O acesso é fácil, a estrada é muito boa, e lá dentro tem toda estrutura para o visitante. Os primeiros poços d’água ficam próximos ao estacionamento, ou seja, nem precisa muito esforço para desfrutar da natureza. Andando um pouquinho mais dá para ver a queda mais de perto, só não pode banhar debaixo porque é arriscado. É proibido entrada com animais e alimentos.

O custo é R$ 10, e o morador que levar uma conta de água paga R$ 3.

Acesso

O acesso se dá pela rodovia GO 116, virando à esquerda no Km 27 entra-se na GO 524, seguindo mais 6Km chegando então ao Parque.

 

Com essas opções para enfrentar o calor, o feriado vai ser maravilhoso. Boa diversão!

Comente!