28125626_1978070038887901_882770534_o

A grande estrutura do Lar São Vicente de Paulo

Poucos abrigos para idosos no Brasil possuem uma estrutura tão boa. Em Goiás o Lar São Vicente de Paulo é considerado a maior e melhor casa de repouso do Estado. Ao todo são 53.000m², sendo 10.000 m² de área já construída. A previsão é que a conclusão do projeto seja nos próximos quatro anos com a construção da Capela desenhada pelo grande arquiteta brasileiro Oscar Niemeyer, que será a primeira obra do artista depois de sua morte.

No local há piscina aquecida e coberta para a prática de hidroginástica uma vez por semana, criação de porcos, frangos e vacas leiteiras – que produzem cerca de 40 l por dia -, pomar, grande salão para eventos, lago para pesca, alas feminina e masculina, cozinhas bem equipadas, espaços para condicionamento dos alimentos. Por meio de uma doação de fornos para pães e também dos pães franceses e de queijo todas as semanas, os idosos comem pães quentinhos, assados todos os dia pela manhã e a noite.

Aqueles que não se sentem bem de saúde podem procurar o centro médico local, que tem estrutura para enfermaria, ambulatório, dentista, fisioterapia, e o que não for resolvido no local, pode ir de ambulância, própria do Lar, para o hospital adequado.

A instituição mantenedora é a Sociedade São Vicente de Paulo, mas contam com a ajuda da população. Uma equipe de telemarketing liga diariamente para os contribuintes buscando recursos. São realizadas também eventos beneficentes, e os idosos que são aposentados deixam 70% de sua aposentadoria – o benefício não é pré-requisito para a vaga no lar – para contribuir com o bem coletivo, conforme permite a lei.

O diretor atual do Lar, Divino Ramos, explica que a beleza do local é uma maneira de proporcionar mais conforto aqueles que já contribuíram muito, porém, nada substitui o amor da família. A maioria dos idosos que estão no lar são da zona rural, e os membros da família são incentivados a visitarem. “A sociedade São Vicente de Paulo é dona de uma credibilidade impecável! E isso atrai muito as pessoas para aqui para dentro. Quem entra aqui dificilmente não sai com os olhos cheios d’água e volte depois para trazer outras pessoas para conhecer”, explica emendando que com o fluxo de pessoas deve aumentar quando for criada uma pista de caminhada dentro do local para que a comunidade caminhe por dentro do Lar, aumentando o contato com os idosos.

Além de tudo isso que o texto já falou sobre a estrutura, há algo mais importante em fazer uma visita neste local: a alegria dos moradores de receber visitantes. Todos os dias das 9h às 17h qualquer pessoa pode ir. Vale muito à pena!

 

Comente!