papa

Exclusivo: Defesa de Bispo preso convoca Papa Francisco como testemunha

O Papa Francisco e o prefeito no Vaticano (uma espécie de Ministro de Estado), Dom João Aziz, estão entre as testemunhas de defesa do bispo Dom José Ronaldo, acusado de desviar mais de R$ 2 milhões da Igreja Católica. Além deles, outras 29 pessoas já estão sendo recebendo mandado para prestarem depoimentos em audiência que será realizada no dia 9 de agosto. A defesa trabalha na linha de que as investigações não devem ser apuradas pela justiça comum, mas sim pelo direito canônico.

Além do Papa e do Cardeal Católico, outras autoridades católicas serão chamadas: Giovanni D’Aniello – Núncio Apostólico; João Bernardino Assunção – Padre da Diocese de Formosa; e José Aparecido Gonçalves de Almeida – Bispo Emérito de Brasília.

O processo estava correndo em segredo de justiça, mas as informações se tornaram públicas. Confira outras testemunhas:

Adilson Granado
Antônio Nobre de Araújo
César Augusto Tragante Berçott
Cláudio Bernardo Pedrosa de Freitas
Claudionor da Silva Félix
Cosma do Espírito Santos
Edna Alves da Silva Chagas
Élcio José da Silva
Érik da Silva Marques
Gizelda Tânia Gonçalves Schirmer
Gilnei Lacerda Chagas
Guilherme Alveiro Gallo
Genivaldo Lopes Soares – Agente de polícia
João Alves Cardoso
José Henrique Félix
Júlio César Mota
Juvenal Norberto da Silva Júnior
João Alves Cardoso
José Siqueira
Leonel Evangelista Barbosa
Luis Francisco Fernandes de Souza – Procurador da República brasileiro. Atuante em famosas investigações de corrupção de importantes nomes da política brasileira
Luiz Claudio Schirmer
Marcelo Victor Mendonça Silva – Padre e assessor diocesano
Marcony Vinícius Ferreira – Bispo católico brasileiro, atual bispo-auxiliar de Brasília.
Marineide Olinda de Jesus Dias
Messias dos Reis Silveira – bispo católico, terceiro bispo diocesano de Uruaçu, em Goiás

Comente!