campanhadoagasalho

Em época de frio, formosenses fazem campanha de arrecadação de agasalhos

Nos meses entre maio e julho, os termômetros começam a apontar temperaturas mais baixas que chegam a cair para até 10º. Para quem está no conforto de um lar quentinho o inverno pode ser uma das melhores épocas do ano, mas há os que precisam enfrentar ventos frios sem ou com pouca proteção. Foi pensando nessas situações, que o jovem Bruno Gomes começou a pedir doações para entregar aos que possuem menos.

Há dois anos Bruno faz esse tipo de trabalho, mas em períodos mais frios ele intensifica as ajudas. Tudo começou com o olhar voltado para o outro, quando ele percebeu que muitos estão nas ruas enquanto outros se deitam quentinhos. Atualmente outras quatro pessoas o ajuda a arrecadar donativos que chegam em média a 100 peças.

Sua recompensa é o sentimento de satisfação ao conseguir ajudar em especial, famílias com crianças. “Também agradeço com mais fervor as coisas que tenho ao ver tantas pessoas nessa situação”, explica.

A Jéssica sabe bem o que é precisar de ajuda. E nos momentos em que precisou, foi ajudada. É esse sentimento de gratidão que a incentiva a arrecadar alimentos para entregar para famílias necessitadas ou fazer sopas e galinhadas para distribuir nas madrugadas frias de Formosa. Hoje sua vida está melhor, sua família, que veio do Minas Gerais, conseguiu dar a volta por cima e melhorar as condições de vida. Agora, ela dá sua contribuição aos mais necessitados.

Ela ressalta a dificuldades em executar trabalhos como esse devido os obstáculos para conseguir os donativos. Porém, Jéssica acredita que em muitos casos ela é uma enviada de Deus em resposta às orações. “Às vezes essas pessoas estão pedindo a Deus um alimento ou um agasalho e eu tenho certeza que Deus me encaminha. Só de imaginar que têm pessoas que se importa com elas significa muito. Até um abraço já ajuda!.

 

Comente!