formosa

Após visitar Formosa, Visconde apoiou a criação de Brasília nesta região

Aniversariante do dia, Brasília completa hoje 58 anos. Planejada para ser a capital do Brasil, foram feitos 6 projetos, teve seis nomes diferentes e em sua história vários interesses políticos e sociais, conforme conta Laurent Vidal na obra De Nova Lisboa a Brasília. A ideia da mudança da Capital Federal para o Planalto Central se tornou realidade quando Francisco Adolfo de Varnhagem, já com o título de Visconde de Porto Seguro, em 1877, pediu licença de seu cargo oficial para encontrar o melhor local para passagem dos imigrantes europeus que chegavam ao Brasil em direção ao sul do país.

Assim que chegou à Formosa, Varnhagem reconheceu logo as boas características da fauna, flora, relevo e hidrografia local, recomendando a região para a imigração alemã e destaca as lagoas feia, Formosa e D’Armas. Varnhagen ficou hospedado na então Vila Formosa da Imperatriz (como Formosa era chamada) e, em suas andanças pela região, comprovou tudo o que havia buscado em seus mapas e documentos. Segundo Luiz Ricardo Magalhães, em sua dissertação de mestrado, Varnhagen viu “tudo aquilo que queria ver”, já que afirmava que encontrou aqui os ares mais finos da Europa (2004).

“Se a construção de Brasília se confunde para os moradores de Formosa-GO com a história da própria cidade, pelo sentimento que se apoderou dos moradores de estarem participando de algo grande, de estarem testemunhando um momento histórico, de poderem finalmente acreditar estar chegando a sua vez, a sua chance, os feitos de Varnhagen e Cruls trazem à tona que existia uma cultura e uma história anteriores à construção de Brasília, que, a bem da verdade, Formosa-GO não surgiu ao redor de Brasília, mas Brasília foi erigida nas entranhas de Formosa”, apresenta um trecho da tese defendida pelo mestrando Francisco Paulo, de Formosa.

Em 28 de julho de 1877, Varganhagem escreveu ao então ministro da Agricultura, Tomaz Coêlho, exaltando na carta a região e recomendando como local perfeito para a construção da nova capital do Império. Um ano depois, Varnhagen faleceu em virtude de uma pneumonia em Viena, na Áustria, mas ficou conhecido como o Pai da História.

Foi confiando nos estudos e argumentos de Visconde de Porto Seguro que foi instaurada a República, garantindo exigibilidade da mudança para a capital federal. Em 1892, o presidente Floriano Peixoto enviou uma mensagem ao Congresso Nacional informando o envio da Comissão Exploradora do Planalto, que iria demarcar o território onde seria implantado o novo Distrito Federal, que seria a nova capital do Brasil.

Foi em homenagem a Varnhagen que a principal rua de Formosa recebeu o nome de seu título: Visconde de Porto Seguro, isso porque ele acreditou que a vinda da capital poderia trazer prosperidade e desenvolvimento.

 

Comente!